Luva para Eletricista

Mostrando todos os 6 resultados

Mostrando todos os 6 resultados

Luva para Eletricista – Armazenamento

De acordo com o item 4.6 (NBR 10622) – norma nacional que regulamenta o uso de Luva para Eletricista:

As luvas devem ser armazenadas do seguinte modo:

  1. a) acondicionadas em caixas de papelão, com o lado da etiqueta para fora;
  2. b) não devem ser dobradas, enrugadas, comprimidas submetidas a qualquer solicitação que possa causar alongamento ou compressão;
  3. c) em locais livres de ozônio, produtos químicos, óleos, solventes, vapores prejudiciais, fumos e descargas elétricas;
  4. d) fora da ação direta e afastadas da irradiação de qualquer fonte de calor;
  5. e) em locais de temperatura ambiente não superior a 35ºC

Luva para Eletricista – Limpeza e Cuidados

Para limpar as Luvas isolantes de borracha, lave com sabão neutro e enxágue bem com água.

Utilize apenas água e sabão neutro para limpar a área da etiqueta de identificação.

Secar ao ar livre a luva, longe da luz direta do sol e fontes de ozônio ou calor elevado.

Antes do seu uso, recomenda- se a inspeção visual das luvas isolantes de borracha, a parte interna e externa.

É proibido o uso de anéis, relógios, joias, objetos afi­ados e/ou cortantes durante o uso do equipamento

Compostos químicos, especialmente a base de petróleo, como óleo, gasolina, ‑ fluído hidráulico, inibidores, cremes, massas e pomadas, podem dani­ficar os produtos isolantes de borracha.

Em caso de contato, a área contaminada deve ser lavada imediatamente com pano e detergente neutro. Depois de lavada, deve ser enxaguada minuciosamente com água e secar na sombra.

A durabilidade do produto depende de fatores externos que envolvem o tipo de atividade, frequência de uso, cuidados do usuário, higienização e armazenamento.

Luva para Eletricista – Ensaios Elétricos – Obrigatórios

Conforme o item 10.7.8 da NR10 Os equipamentos, ferramentas isolantes ou equipados com materiais isolantes, destinados ao trabalho em alta tensão devem ser submetidos a testes elétricos ou ensaios de laboratório periódicos, obedecendo-se as especificações do fabricante, e/ou os procedimentos da empresa e na ausência desses, anualmente.

Recomenda-se realizar o teste nas luvas borracha para eletricista a cada 6(seis) meses para luvas em uso, e 1 ano para luvas fora de uso.

Recomendação da periodicidade de reensaio:

Luva para Eletricista - periodicidade de reensaio
Luva para Eletricista – Periodicidade de Reensaio

Luva para Eletricista – Tabela de Tensão Aplicada

Luva para Eletricista - tabela de ensaio
Luva para Eletricista – Tabela de Ensaio

Luva para Eletricista – Referências a serem analisadas.

Portaria Inmetro nº 229/2009 Aprovar os Requisitos de Avaliação da Conformidade para o Equipamento de Proteção Individual (EPI) – Luvas Isolantes de Borracha;

Portaria Inmetro nº 140/2011 Altera prazos;

Regulamento de Avaliação da Conformidade o Equipamento de Proteção Individual (EPI) – Luvas Isolantes de Borracha Estabelecer os critérios para o programa de avaliação da conformidade para luvas para eletricista, com foco na segurança, através do mecanismo de certificação, visando propiciar adequado grau de confiança aos requisitos das Normas NBR 10622:1989 e NBR 10624:1989;

NBR 10622:1989 Luvas isolantes para trabalho elétrico  – Especificação;

NBR 10624:1989 Luva isolante de borracha – Dimensões.

ASTM D120 – especificação internacional em luvas para trabalho elétrico.

Faça aqui o Download da norma regulamentadora NR10

Luva para Eletricista – Luvas Protetoras

luva isolante Para Eletricista deve ser usada sempre em conjunto com luvas protetoras, como por exemplo a luva de vaqueta.

O ambiente de trabalho com eletricidade pode conter objetos ou farpas que podem perfurar a luva.

Por isso é necessário o uso de uma luva para proteger a luva isolante.

Rede EPI – Distribuidora especialista em EPI (equipamento de proteção individual).

Precisando de um orçamento de Luva Para Eletricista Baixa Tensão ou alta tensão?

Solicite um Orçamento Rápido

Atacado Mais Próximo*: